O homem no metro

No comment yet

Vi-o hoje de manhã. Era apenas mais um homem em mais uma manhã de humanidades. O metro parou, as portas furiosas abriram-se e ele saiu. Notava-se que era inocente e tinha a cabeça algo vazia. Diriam muitos que era um anormal. Correu para apanhar a carruagem da frente e enquanto o metro andava fechou os olhos como que na sua inocência soubesse que o mundo é feio. Depois agarrou-se a uma das varas do metro e rodou sobre ela como uma criança. Não pensar é ser feliz. O homem do metro sorria mais do que toda a gente no metro.

Ácido sulfúrico

6 comments

Existe um novo reality show. Pessoas comuns são escolhidas na rua, colocadas à força num comboio e levadas para um local deveras semelhante a um campo de concentração nazi. Sem o saberem as pobres pessoas estão num reality show macabro e kafkiano: os espectadores votam nos concorrentes que preferem e, os que o público não gosta são votados para serem exterminados.

Este é o ponto de partida do livro Ácido Sulfúrico de Amélie Nothomb. A escritora belga escreve assim um interessante exercício metafórico de crítica à televisão e ao seu lixo.

A Taça Jamora em Alvalade

No comment yet

Este post já vem com grande atraso mas o tempo escasseia ainda que este blogue seja o meu amor.


Escrita esta nota prévia vamos lá a analisar a festa do Jamor. A final da Taça foi de facto uma festa: jogo equilibrado (o que não é mesmo que um bom jogo de futebol) com boas hipoteses de golo para os dois lados com bolas nos ferros e nas mãos seguras de Costinha e Ricardo. Na bancada um colorido de festa e fair-play pouco habitual e que convém saudar com surpresa e alegria. A arbitragem podia ter sido melhor mas também não foi a escandaleira do costume e assim me dou satisfeito com a final do Jamor.


A minha equipa venceu e a prova rainha foi vencida pelos principezinhos da Academia. O golo de Liedson estragou um período de cinco anos verdes sem vencer nada mas sempre muito lá perto. Quando Custódio levantou a taça não levantou apenas um pedaço de metal, levantou os sonhos de uma juventude sedenta de mais taças e chutou as frustrações de cinco anos sem vencer nada mas cinco anos onde o Sporting foi a uma final da Taça UEFA e perdeu campeonatos na última jornada.


Quando chegaram a Alvalade os jogadores assistiram a uma festa única, que clube enche um estádio das 15h às 23 h num dia em que nem jogo existe naquele mesmo estádio?