O diabo gosta da Áustria

1 comment
J. Fritzl começou ontem a ser julgado. O homem que raptou a filha aos 18 anos e a manteve presa num compartimento secreto durante 24 anos nos quais a terá violado cerca de 3.000 vezes, tido sete filhos (um deles terá morrido no parto e queimado pelo pai). No julgamento são exibidos todos os dias cerca de 3 horas de um vídeo onde a filha do monstro relata os 24 anos de cativeiro. Quinta-feira o homem será condenado a prisão perpétua já que, na Áustria não há pena de morte.

1 comment

Angie 17 March, 2009 11:40

Este caso chocou-me tanto que acabei por voltar a questionar a pena de morte. Se bem que neste caso a morte seria uma pena muito suave.